Revista semanal Cria Ti Na Luz Vol 9



DIA 23 de Outubro 2021


Reino Vegetal 3.0 às 8hs horário Brasilia.


Avatar 4.0 às 10:30min horário Brasilia.


Eva Ervarium às 17:30min horário Brasilia.


Dia 24 de Outubro 2021


Roda Terapêutica às 7:30min horário Brasilia.



 

Mensagem do Guardião das 7 Encruzilhadas - Canalização do 19/10/2021


Saudações Amigos Evolutivos, cada qual em sua cadência consciencial.

Nesta simples canalização, empoeirada pelo canal mediúnico, porque não há como ser diferente, cada vez que há esses contatos do Volátil para o Fixo, rs, rs, rs.

Até porque, o centro de quem Eu Sou, e a Verdade de Guardião das 7 Encruzilhadas você desconhece, mas recebe fragmentos destas irradiações, e cada faísca que desce na infinitude do tempo e do espaço, vem para te revelar sempre algo novo.


Absorva essa faísca, acenda o seu centro para se revelar como o melhor, e o maior caminhante de sua vida.


Caminhante, o que é o conhecimento?


Parte do entendimento que se existe um conhecimento, existe um sujeito pensante, e o que ele pensa, é a construção de sua própria experiência.

Então querido amigo, você anda pela experiência do outro, quando acredita em algum conhecimento.


Você pode me entender e concluir que Eu estou correto?

Se você acredita nesta Egregora Cria ti na Luz, que Eu o Exú das 7 Encruzilhadas amparada na ligação de Oxalá, fundamentalizei, este formato de ensino através de uma medium, é porque, você acredita neste conhecimento, e esse conhecimento possui as experiências de um sujeito chamado Márcia Moraes.

Correto?


Mas todas essas experiências são essencialmente subjetivas, não são suas, é neste momento que começo a definir o propósito desta mensagem.


É necessário compreender que conhecimento é o ato, para formar conceitos, gêneros, formas, metas, leis, como se, com isso, você fosse capaz de fixar e transformar o seu mundo, a sua vida.


E a partir daí, moldar, transformar o seu interior, porque é o seu modo de ver o bem, que reflete em tudo.


Para compreender com clareza, é que o conhecimento originário do sujeito leva inevitavelmente a fazer do outro homem, aquele que o segue, como o único responsável por seu pensamento e o seu ato.


Qualquer conhecimento que ceifa a sua forma de exprimir a sua realeza pensante neste mundo é fatídico e assassino, porque ele extermina a sua importância na Vida.


O conhecimento não é como uma cadeira, que se senta confortavelmente enquanto o mundo inteiro está de cabeça para baixo.


A experiência do sujeito não o torna a exclusão do mundo, a simples idéia de que a tal verdade existe, como se fosse uma régua, um fio que separa o que é, do que não é, isso se chama, Velha Consciência.


O conhecimento é um ato que faz ressurgir um mundo velho, ou surgir um novo mundo, todo fazer é um conhecer e todo conhecer é um fazer.


Seria certo eu te considerar o Mestre, porque tem autonomia com todas as informações experimentas e recebidas?


Se você tem autonomia não sei se entende, isto quer dizer que você tem limites, porque Eu não entendo que você está recebendo informações do mundo Divino, Astral ou Espiritual, passivamente, sem não provocar perturbações dentro si? Porque é a lei da dualidade, causa e feito, velho para o novo.


No conhecimento é necessário considerar a possibilidade de se tornar diferente, coexistir em uma nova realidade. Me parece querido leitor que a única realidade, é atravessar o vale das sombras para o encontro do bem!


E o que o Bem é, senão a experiência do sujeito?


Será possível que se torne o sujeito do seu conhecimento, em uma nova caminhada num sentido total, com o propósito de opô-la contra a velha, e assim romper a certeza dogmática, de que tudo que você partilhou, de tudo que validou de suas percepções, foi a criação do seu novo mundo, é o que experimentou? Porque teoria sem pratica é estéril, a pratica sem teoria, é conhecimento de apenas um sujeito, que é cega, porque o homem realiza o plano divino quando ele aciona em cada homem o Deus em ação na Terra, porque só existe uma casa para o indivíduo, uma vida apenas, e uma ideação de conhecimento: a união da Raça Humana.


Guardião das 7 Encruzilhadas



 

Ritual de Ancoramento de Boas Novas para o Lar:

Material:


1 vela de 7 dias (homens cor de rosa e mulheres azul claro ou escuro)

1 prato (pode ser usado)

1 papel com seu nome de batismo, data de nascimento e endereço de sua casa completo (rua, bairro, CEP), mesmo que more com outras pessoas e não seja dono desta casa.

1 erva de sua preferência fresca ou seca (arruda, alecrim, manjericão, hortelã,etc).

2 colheres de sopa de pó de café e 1 colher de sopa de açúcar.


Como preparar:

Misture bem, pode cortar ou triturar com uma faca, a erva que escolheu, com o açúcar e o pó de café.


Coloque o papel no prato embaixo da vela que ficará no centro do prato, e em volta da vela, a mistura de café, açúcar e erva. Essa mistura não pode encostar na vela.


Acenda a vela e diga:

"Sagrada força de Proteção Guardião das 7 Encruzilhadas, que eu possa acessar o meu mestre interior, dissolvendo o passado inerte. Abrindo expansão frequencial para um novo código energético em meu lar, construindo, remodelando, expandido, expandindo, expandindo."

( repetir o texto acima 3 vezes)

Após os 7 dias, pode jogar a mistura e o papel (picar); os resíduos da vela no lixo e o prato pode lavar e utilizar normalmente.


Quem não puder acender vela em casa, fazer todo o procedimento, sem a vela.



 

Herbal Astrológico

Com o Herbal Astrológico você irá trabalhar na semana seus aspectos positivos, identificando a partir das características do seu signo a expansão da erva que decidir tratar com o seu uso intuitivo, lembrando que você é professor de si mesmo. Você saberá como usar a erva identificada na semana através de banhos, colocar no travesseiro, na sola dos pés, na cama, usar na limpeza da casa, colocar como arranjo vegetal ou floral na casa, enfim use e abuse da sua intuição, menos usar via oral.

Semana do dia 22/10 a 28/10.

Aries- Aceite tudo, assim como a terra recebe tudo o que jogamos nela. É o seu feminino querendo abrir portas no seu caminho, o modo como os atributos femininos ocorrem na natureza, é o princípio gerador da vida, que surge quando se dá o encontro, a relação complementar. O masculino com o feminino, e vice versa. Será a semana de procurar dentro de si o espírito disposto a seguir o Poder Superior (O Sábio ou nosso Eu Superior) sem hesitação. A receptividade de que nos fala que devemos deixar que as coisas aconteçam naturalmente, que sejamos guiados pelo momento, que deixemos os fatos seguirem o seu fluxo, sem interferências, como o feminino que molda a vida. Seguindo nosso caminho, na maioria das vezes querendo o controle, não aceitamos o modo operante que a vida trabalha, não permitindo que os outros partam ou cheguem. É um desafio para que aperfeiçoem a receptividade, sejamos mais humildes e pacientes, como uma boa semente que permite que lhe apontem o caminho fora da terra e aceita que tem que crescer. Do mesmo modo, não devemos nos perturbar tanto com o que acontece no mundo externo. As atitudes alheias não podem ser alvo de nosso julgamento ou sofrimento. Deixe fluir. Ervas da semana: erva cidreira, calêndula e eucalipto.

Touro- Se as pessoas são desleais ou insensíveis, deixemos que as coisas fluam, sem que nos tornemos vingativos, rudes ou amargos. Não devemos nos guiar pelas mágoas e cair na defensiva, sentindo-nos com o orgulho ferido ou humilhados. Isso nos levaria a uma perda de equilíbrio. É preciso que as pessoas não sejam rotuladas nem vistas como adversárias somente porque cometeram um erro num determinado momento. O coração deve permanecer sempre aberto, receptivo, porque ninguém é incorrigível. Todos podem, em qualquer época, mudar de comportamento. Se pensarmos assim, os outros terão espaço e tempo para que se corrijam, se for o caso. Ao mesmo tempo, estaremos nos poupando de um sofrimento

desnecessário. Espere as nuvens se formarem e a chuva cair. Ela virá de qualquer jeito. Uma correta atitude de espera é modesta, descompromissada e independente será o melhor caminho a seguir essa semana. É preciso entender que o progresso resulta de um acúmulo de desenvolvimento. Assim como antes que a chuva caia são necessárias nuvens, também o ser humano deve esperar. Daí virá o progresso. A dúvida e a impaciência jamais devem dissipar a nossa energia. Ao colaborarmos com o tempo do outro, saberemos a hora certa de agir para mudanças em nossas vidas. Quanto mais mantivermos a independência interior, mais forte se torna o poder criativo em nós. Ervas da semana: Valeriana, mulungu, camomila e erva doce.

Gêmeos- Quando nos precipitamos para realizar mudanças, elas

acabam sendo superficiais e não perduram porque não foram fundamentadas numa base interior. Nada começa de cima para baixo. Já a tranquilidade conduz as lentas, mas permanentes e sólidas mudanças. Tem medo de estar se enganado, não acredita na tão sonhada melhora em sua vida?

Esse tipo de dúvida gera medo e impaciência, levando-nos a tentar acelerar a situação. O esforço, no entanto, será em vão porque ele sempre indica uma perda da independência interior. Quando nos esforçamos demais para solucionar um problema, estamos, na verdade, duvidando da

capacidade de os outros seguirem o seu próprio caminho e de trilharmos no nosso, é preciso dar espaço para que cada um tome o seu rumo, sem

interferir na direção a ser tomada por ele ou tentar influenciá-lo. Esperar o tempo do outro faz parte do caminho para o sucesso. Ervas da semana: flor de macela, algodoeiro, anis estrelado, jasmim, louro, noz moscada, losna, angélica, sândalo, erva de Santa Luzia, mil folhas, imburana.

Câncer- Semana de muitas dúvidas e questionamentos. Para bloquear a sua ação, aconselha-se a "Regra dos três minutos". Se conseguir escapar às suas pressões mentais durante apenas três minutos, as forças negativas

fracassarão na tentativa de te dominar. Há um desafio a ser vencido, mas não precisa ficar ansioso. Tem que estar preparado, mas sem deixar que o medo o domine. Uma guerra interna está prestes a acontecer. Prepare-se para ela sem temor. Representa um conflito pessoal ou alguma situação que ameace a sua independência emocional. É um momento de desafio, no qual suas atitudes infantis precisam ser controladas e dominadas. Quem fará isso é o Exército, que simboliza o relacionamento entre os elementos superiores e inferiores de sua personalidade. A guerra diz respeito à prolongados conflitos internos entre você e os outros,

ou as batalhas individuais, quando é desafiado por aqueles que duvidam de você ou invejam sua independência. Os desafios devem ser vencidos com recursos modestos. Após cada batalha, é fundamental recuar a fim de que sua simplicidade e independência sejam restauradas. Isso significa que não deverá essa semana permanecer ou ativar conflitos, pare de tantos porquês. Ervas da semana: mirra, boldo e girassol.

Leão- Em vez de nos vangloriamos em cima dos louros, devemos

seguir nossa marcha lentamente. O progresso lento é que trará a mudança duradoura. Para isso, é necessário domar as tropas (elementos inferiores do nosso emocional) no momento da batalha diária. Quando os inferiores são conduzidos pela Sabedoria de suas experiências, a batalha interna energética se acalma e vencemos a nós mesmos. Os métodos utilizados são os corretos e tudo corre bem porque a personalidade permanece forte e superior. A Sabedoria pela experiência prepara as tropas para a batalha incutindo-lhes disciplina. Sob o fogo do combate diário o indivíduo bem alimentado, olha ao seu redor como um presente divino, porque está tudo caminhando no tempo devido. Após o dia terminar, ocorre a retirada, que é um desligamento disciplinado de toda reação emocional conturbada que poderá atrapalhar o nosso dia de amanhã. Ervas da semana: arruda, guiné e espada de São Jorge.

Virgem- Indica uma semana que estamos fazendo progressos, embora nem sempre eles sejam observados por nós no dia-a-dia. Indica também que precisamos nos lembrar dos princípios básicos que podem nos levar a um caminho de progresso. Em geral, não devemos nos deleitar com nossas vitórias nem gabar das realizações. Na verdade, o progresso não é

resultado de um esforço em busca dele. Não adianta ter o progresso como objetivo porque ele é decorrência do nosso trabalho para sermos coerentes com nossos princípios. Deixamos de servir bem quando, esquecemos de seguir humildemente nosso caminho e nos entregamos ao conforto do momento. Sugere que verifiquemos que atitudes podem estar bloqueando o progresso ou ameaçando o progresso já alcançado. O progresso é resultado do serviço que prestamos humildemente ao Poder Superior, não devemos jamais esperar recompensas pelo bem que é feito, mas sim praticá-lo naturalmente, como se nenhuma outra coisa pudesse ser realizada em seu lugar. Entre as atitudes mais decadentes - e que atrapalham o progresso - é buscar diretamente um objetivo, principalmente se ele for material. Se estamos muito orientados para um

determinado alvo, tendemos a nos apegar, e direcionarmos todo o nosso comportamento para isso, interferindo no destino, no fluir natural dos acontecimentos. Ervas da semana: manjericão, alecrim, manjerona e hortelã, copo de leite, girassol, alecrim, hortelã e boldo.

Libra- Semana da sobrecarga, desse modo, agimos como um cavalo, que, de tão apegado ao estábulo, quando seu cavaleiro o leva para qualquer outro lugar, segue cada vez mais devagar, porque ele deseja retornar ao estábulo. Não devemos agir como o cavalo. Quando nos prendemos a um objetivo, estamos desdenhando da criatividade do Sábio Interior. Ele é capaz de usar as mais diferentes e imprevisíveis circunstâncias para nos levar até aonde queremos. Essa semana existe dois significados a serem considerados. O primeiro se refere ao poder que surge ao percebermos a maneira correta de prosseguir. O segundo tem a ver com o poder roubado, assumido ou interceptado. Sempre que percebemos a forma correta de prosseguir, não devemos ficar confusos, sem saber como avançar. Caso contrário, estaremos dando de bandeja uma oportunidade para o ego assumir o controle da situação, roubar. O ego é como um jogador de futebol incansável, que está sempre à procura de uma chance de agarrar a bola. Para impedir que o ego se intrometa, não devemos ficar demasiadamente absorvidos pelo que fazemos. Quando isso acontece,

perdemos o contato conosco, com o nosso eu interior. E aí perdemos também o poder do insight. Nos adverte justamente contra esse perigo. Devemos resistir a falas do tipo: "Eu deveria fazer alguma coisa sobre isso", "Eu tenho a resposta" ou "Agora podemos fazer

alguma coisa". Essas frases são típicas do ego, que adora interferir na direção natural dos acontecimentos. Ervas da semana: orquídea, cravo da índia, canela, louro e erva doce.

Escorpião- as ervas desta semana nos avisa para evitar o abuso do poder. Impelir as pessoas para adiante, pressioná-las, manipulá-las e lisonjeá-las é uma forma de abusarmos do nosso poder, assim como dizer coisas quando estamos com raiva ou nos afastarmos simplesmente por achar que alguém é incorrigível. Coisas ditas em momentos de fúria

deixam marcas que podem durar anos e funcionam como uma bomba atômica de efeitos duradouros. Por isso, é preciso pensar duas vezes antes de expor o que sentimos num determinado momento. O uso incorreto do poder gera reações ruins, que podem até ser desfeitas se retornamos à sinceridade e humildade de antes. O melhor a fazer, quando percebemos que incorremos nesses erros, é nos retirarmos, voltarmos à postura de

neutralidade. As Mudanças estão em eterno movimento. É preciso deixar que elas cheguem. O ser humano situa-se entre o céu e a terra, com um pé em cada um. Estamos ligados demais nas questões externas, como se somente elas constituíssem a nossa realidade e o que importa é as mudanças e reações internas. Ervas da semana: arruda, manjerona, sálvia, capim santo, alecrim, espada de São Jorge e guiné.

Sagitário- não podemos esquecer que tudo no mundo exterior, na verdade, é ativado por uma realidade superior. Por isso, temos um pé no céu e outro na terra, para não esquecermos as nossas naturezas inferior e superior, ambos presentes em todos nós. Essa semana é a semana da Fé, antes de ela se tornar realidade. Trata-se do potencial criativo

oculto em cada situação que vivemos. Esse potencial criativo é a resposta apropriada ao problema vivido no momento. Mas a resposta só pode ser encontrada quando estamos receptivos a Fé, com a mente aberta. Se invocarmos o nosso Exú Protetor, poderemos chegar facilmente ao sucesso, à solução do problema que nos preocupa. Essa solução pode surgir de repente, como um desfecho inesperado de um filme. Entretanto, se tentarmos alcançar a resposta por meio do intelecto, as chances de fracasso são grandes, porque temos um Exú que nos guarda e nos protege, Ele sabe como podemos alcançar vitória em nossa caminhada. Ervas da semana: arruda, guiné e espada de São Jorge.

Capricórnio- O Criativo Interno nos diz que, assim como uma semente brota e surge a planta, a vontade criativa que precisamos também pode tomar forma. Assim, surge lentamente a luz da compreensão, que nos

permite reagir da maneira adequada aos problemas enfrentados no presente momento. O processo, porém, requer perseverança. O tempo é o meio que nos levará ao sucesso. Perseverança significa estar com a mente aberta, livre de dúvidas e medos. Não pode haver espaço para a insegurança, as vaidades pessoais e a ansiedade. O intelecto deve ser

deixado de lado porque a solução não surgirá de uma elaboração consciente. Ela simplesmente virá. É preciso aceitar a não-ação como parte do processo criativo e, então, com humildade e perseverança, o sucesso virá. Esta semana fala do relacionamento entre o eu Sábio Interior, que fala através da sua intuição. O Sábio só virá em nossa ajuda se tivermos uma atitude correta, se confiarmos no Poder Superior. Se

formos céticos, cínicos ou hostis, ele permanecerá distante e as resposta serão sempre incompreensíveis. Ervas da semana boldo do chile, folhas de maracujá, alecrim, hortelã, rosas brancas e orquídea branca.

Aquário- Está semana avisará aos aquarianos que a maior dúvida é aquela que nos atormenta a alma. Tememos que, se simplesmente deixarmos o barco correr, nunca chegaremos ao alvo desejado. Por isso, relutamos tanto em deixar que o rio siga o seu curso, sem a nossa interferência. Mas ao adotar essa atitude de interferência estamos no caminho da falta de energia, nos sentimos cansados e estressados.

Precisamos acreditar que receberemos a ajuda necessária. Seja qual for o caso, a única coisa a fazer é seguir nosso rumo, com docilidade e simplicidade, e sem temer as adversidades. É preciso saber que, muitas vezes, o único meio que temos para crescer e corrigir atitudes erradas é enfrentando dificuldades. É claro que, dentro do possível, a adversidade deve ser evitada. Ninguém gosta de sofrer e viver agruras. Mas, se ela ocorrer, deve ser encarada com moderação, extraindo-se dela cada lição que tem a nos oferecer. Assim, evitamos que as lições tenham que ser repetidas mais tarde. Essa semana significa que devemos buscar superioridade para enfrentar as situações difíceis, porque elas no momento serão inevitáveis. É um momento de colheita e preparação do solo, para mais tarde, colhermos frutos melhores. Ervas da semana: arruda, picão roxo ou branco, sálvia, alecrim, manjerona, espada de São Jorge, rubi e comigo ninguém pode.

Peixes- Na medida em que somos descrentes, bloqueamos qualquer ajuda que possa vir da nossa Intuição. Ela não ajuda a quem não tem humildade e mente aberta. Devemos nos livrar das ideias preconcebidas. Elas dificultam o aprendizado e a solução do problema que nos aflige. É preciso também superar o medo que temos das respostas da vida. É como se

elas pudessem destruir as nossas defesas, como se fôssemos incapazes de enfrentar uma determinada verdade. Cada vez que consultamos a nossa intuição, temos uma nova lição. Se consultamos constantemente, então, cada lição deve ser concluída em breve espaço de tempo. Essas lições, são uma espécie de lanterna que nos permite atravessar o caminho de

forma mais segura. Essa semana alertará também, da tendência a pensar que não há um meio de superar os obstáculos. Mas a melhor maneira de superá-los é através da perseverança, apegando-nos ao que já sabemos que é correto. A Intuição, na verdade, não nos dá respostas imediatas. Ao contrário, desdobra cada passo a ser dado num longo caminho. O difícil é superar os medos, deixar a insensatez infantil de lado e entender o que a Intuição quer dizer. Para isso, é preciso aceitar as próprias fraquezas e erros, com modéstia e bondade. Assim, ficará mais fácil entender também as fraquezas e erros alheios e, consequentemente, atrair outras

pessoas a nos ajudar. Ervas das semana: lavanda, erva doce, capim limão, veloz, folha da laranjeira e folha do abacateiro.



 



Expansão Aromática no Lar


Quando estamos em um ambiente, todos os nossos sentidos trabalham em conjunto para nos despertar o bem-estar, o conforto, ou outros sentimentos. É aí que essências ou óleos essências, surgem como uma tática para despertar o nosso olfato e difundir sensações. Afinal de contas, sentir o cheiro de algo pode nos trazer boas lembranças e permitir uma interação direta com o ambiente que nos rodeia, pois o olfato age no nível do nosso subconsciente – por isso, alguns cheiros são até mesmo nostálgicos. Divirta-se com os aromas da lista abaixo para expandir seu lar através dos diferentes aromas, você pode usar como intuir:


  • Capim Santo – Estimulante mental, revitalizante e purificante.

  • Canela – Usado como incenso para cura, clarividência, vibrações espirituais. Conhecida como um poderoso afrodisíaco. Usado em feitiços de prosperidade. Ajuda na resolução de questões financeiras e a tranquilizar os ânimos.

  • Cravo – Ajuda a eliminar todo o tipo de energias negativas e atraí a boa sorte financeira.

  • Cravo e Canela – Intuição para bons negócios, sorte, dinheiro.

  • Cravo e Rosa – Sucesso no amor, fortuna eliminador de energias negativas.

  • Cigano – Alegria, amor, sucesso, felicidade e boa sorte.

  • Dama da noite – Afrodisíaco aumenta a sensualidade feminina.

  • Erva Cidreira – Ajuda a encontrar na sua vida o verdadeiro amor e atrai a felicidade além de trazer calma e relaxamento para o local.

  • Erva–Doce – Ajuda a afastar o mau-olhado e atrai a harmonia e paz espiritual.

  • Flor do Campo – Harmonia com os seres da natureza.

  • Flor de Laranjeira - Boa sorte no amor, prosperidade financeira, aumenta a segurança e autoconfiança em assuntos emocionais e financeiros.

  • Flor de Maçã – Vitalidade, boa sorte e amor.

  • Flor de Pitanga – Incentiva a criatividade, prosperidade financeira, direciona aquisições materiais e negociações.

  • Floral – Alegria, sabedoria e criatividade.

  • Jasmim – Ajuda a aumentar a energia física e a purificar o ambiente que envolvente. Promove harmonia entre os casais.

  • Manjericão – Atraí a boa sorte, a prosperidade e a felicidade. Usado como incenso protetor e purificador. Mamãe e bebê – Sono tranquilo paz e harmonia.

  • Manga – Riqueza e fortuna.

  • Morango com champanhe – Afrodisíaco, sensualidade.

  • Rosas – Afasta vibrações negativas, traz alegria e vitalidade ao coração. Usados em encantamentos, para dormir, atrair amor e curar.

  • Sândalo – Ajuda a desenvolver o poder intuitivo. Usado como incenso para purificar, curar e proteger, atrai o sucesso e a aumenta o poder de meditação.

  • Sete Ervas - Atrai energias positivas, afasta o mal, contra inveja, proteção, limpeza da casa e física.

  • Uva – Força, proteção, disposição.

  • Violeta- Pacifica as brigas de casais, transformação de energias.

  • Verbena – Afasta a negativa, tristeza e melancolia, nos libera de energia negativa atraindo desenvoltura, alegria e bom astral.

  • Violeta – Ajuda a eliminar do seu redor as energias negativas. A fragrância acalma e limpa a mente, fortalecendo a personalidade e combatendo a timidez e insegurança.

  • Ylang-Ylang – Ativa a sensualidade, poderoso afrodisíaco. Inibe a raiva e o medo, contra depressão



 

Mensagem dos Pretos Velhos – Pai Joaquim de Aruanda


Sentado em seu banquinho branco,

Pai Joaquim de Aruanda, pita seu cachimbo.

Mensageiro de Pai Oxalá, ele vem na força da luz.


Sou Mensageiro de Pai Oxalá.

O Pai mandou que eu viesse pra cá

firmar a luz nesse casua,

fazer mandinga pra esse fio sarvar.


A erva divina cura

A agua clara limpa

A pemba certeira determina

A palavra de veio mandigueiro acalma e anima


Oh fio de fé, segura na mão do veio que é pra ocê ficar de pé.

Oh fio de fé, segura na mão do veio que é pra ocê ficar de pé.

Oh fio de fé, Salve a vossa Mãe e o vosso Pai que é pra moi de ocê caminhar na fé.


Deus, nosso Pai Oxalá te abençoe, fio

a vossa caminhada eé cheia de espinhos

mas com a Graça divina na frente, ocê quebra eis tudinho.


Oh veio mandingueiro, oh veio cachimbero

A mandinga do veio cura e alivia.

A fumaça do cachimbo do veio traz formozura e leveza

Nos veio trabaia pra cabeza de fio aprumar.

Nos veio trabaia pra vida do fio equilibrar.


Salve vosso pai e vossa mãe!

Salve vossa forca divina firmada na terra!

Salve Pai Oxalá!

Salve Joaquim de Aruanda.

Salve toda a falange de pretos e pretas velhas!