Revista semanal Cria Ti Na Luz Vol 11




Mensagem Canalizada dia 28 de Outubro.


Guardião das 7 Encruzilhadas por Márcia Moraes

Saudação Amigo Ligado a Evolução Planetária!

Meu amado amigo, como definir o que sente no grande momento atual de transição em que se encontra?

Será que a resistência mental em confrontar o seu amanhã, parte da ideia que o seu hoje ainda não se adequa ao que deseja ser?

Não percebe o quanto já mudou?


E porque tem medo e ansiedade do que pensa que é melhor para ti, e sei como Guardião de uma Falange que carrega a Bandeira de Cristo, já tanto mudou e implanto a Minha Confiança em Ti.


Percebe que os grilhões da Velha Consciência arrebentados pela sua forma mental expansiva, estão te segurando neste degrau de inteligência mental e racional em desequilíbrio? Não está na hora de ir para um novo degrau?


Já mudaste tanto por Ele, E Cristo se revela mesmo que não saiba em cada auto lapidação do seu ser.

Vamos relembrar as estações de Cristo?


As Estações da Cruz, também conhecidas como a Via Dolorosa, são uma narração das horas finais da vida de Jesus Cristo na terra, é uma definição simbólica do que Eu Desejo que entenda para a sua mais expansão e aplicação em sua vida. As Estações da Cruz servem como um lembrete austero da forma humilde em que Jesus, estava disposto a colocar de lado qualquer privilégio de ser Filho de Deus, a fim de fornecer um caminho de cura através do Seu sacrifício.


A forma tradicional das Estações da Cruz que Eu desejo que se revele, são:


1. Jesus é condenado à morte.

Quantas vezes morreu em vida, um sonho desfeito, uma falta de crença em si, auto sabotagem, e porque não dizer, um cansaço extremo em continuar tentando. Muitas vezes meu querido caminhante, se sentiu tão fraco, que foi dominado pelo fechamento das saídas, das portas abertas e um continuo labirinto emocional perdido.


2. Jesus recebe a sua cruz.

A não aceitação do seu presente, é a forma bloqueada do que tem algo a ser plantado na mente para revelar. É simples meu querido, se já houveram saídas no seu passado, é porque agora elas já existem. Uma vez que já exerceu as mudanças em suas vidas, não há mais porque sofrer e em achar que as circunstâncias atuais são muito pesadas para carregar. E nem que mereça carregar, não é o professor e mestre de si mesmo? E como se apresenta esse mestre? Na aceitação!