Definição de Mediador de Energias


Primeiramente vamos entender o que é energia pela Wikipédia, a enciclopédia livre:

"Energia vem do grego que significa, dentro, trabalho, obra, ou seja, dentro do trabalho. Refere-se a uma das duas grandezas físicas necessárias a correta descrição do inter-relacionamento, sempre mutuo, entre dois entes ou sistemas físicos. A segunda grandeza é o momento. Os entes ou sistemas em interação trocam energia e momento, mas o fazem de forma que ambas as grandezas sempre obedeçam a respectiva lei de conservação. Em principio, qualquer ente que esteja a trabalhar, por exemplo, a mover outro objeto, a deforma-lo ou a fazê-lo ser percorrido por uma corrente elétrica, está a transformar parte de sua energia, transferindo-a ao sistema sobre o qual realiza o trabalho."


Foi com a definição acima que consegui entender a influência que eu sentia no meu dia a dia.


Nós mediamos energias a todo o momento, é um inter-relacionamento, entre 2 sistemas físicos, porque somos parte matéria e obedecemos a respectiva lei de conservação: Os afins se atraem, positivo com positivo ou negativo com negativo. E os opostos se completam positivo e negativo ou negativo com o positivo. Mas acima de tudo é necessário não ter duvida alguma, tire do plano da fantasia e traga para o plano real se quiser ter um resultado factual da ação de sentir as energias.


Sentir as energias não e algo que funcione por sugestão, ela tem uma lógica natural que precisamos respeitar e perceber. Não é um conhecimento teórico, mas pratico e concreto, porque é fato!


É necessário apenas sentir, como quando se liga um interruptor e sente a claridade de uma lâmpada, e indiscutível a diferença você entrar e sentir a vibração de um quarto escuro de um quarto iluminado, sensações totalmente diferentes. Não a necessidade de termos pomposos, de uma túnica ungida, rituais elaborados, um templo ou igreja para sentir as influências energéticas.


Mas há realmente um formidável segredo, nós mediadores somos diferentes em tudo, e cada um sente mais o negativo do que o positivo ou vice versa, e isso é explicado na simbologia da tradição religiosa em Genesis 2, 16-17:

Deus diz ao homem, "Podes comer de todas as arvores do jardim, mas da arvore do conhecimento do bem e do mal não comerá, porque no dia em que comeres terás que morrer".


Esse é o problema daquele que e mediador, ele reencarna nesta existência atual, buscando loucamente andar pelo caminho do iniciado. Tem sede de conhecimento. Deseja encontrar ações que o levam a se integrar com o seu espirito e o seu Deus interior. Quer elevar a mão para o céu e descer sobre a terra, para ver nas coisas visíveis tanto também nas invisíveis. Deseja encontrar a lâmpada que ilumina suas incertezas, o manto a Sabedoria, e ajudar a todos que passam por ele.


Aquele que busca conhecimento sabe que irá ter que morrer várias vezes e reencarnar quantas vezes for necessário até ele encontrar Eles. Mas em toda essa busca ele se esquece de ampliar o campo das sensações = sentir, uma vez que não é permitida a individualidade, mas sim o desenvolvimento do grupo. E dentro do grupo ele não é um iniciado, é uma consciência robótica, aonde não se é permitido trazer o novo nem de triunfar em cima das adversidades.


Dentro de um grupo como diz o Sr. 7 Encruzilhadas seus dons espirituais não consegue ser revelados e muitos não conseguem descobrir.


A sustentação da vida depende do equilíbrio e da manutenção do mental, que é a maquina pulsante no médium, por está razão: Ore mais vigie os vossos pensamentos porque são os pensamentos o combustível que te liga as suas Divindades.

0 visualização